Uso de EPI: é possível reforçar a importância? - DuaPi Epi

Blog Conteúdos sobre gestão de EPIs,
segurança do trabalho e novidades do segmento.

Publicado em 25 de fevereiro de 2022 na categoria #Artigos

Uso de EPI: é possível reforçar a importância?

5 dicas para conscientizar sobre o uso de epi

A conscientização sobre o uso de EPI deve fazer parte da rotina das empresas. Mas porque isso é tão importante? De forma resumida, em alguns casos, apenas a utilização correta dos dispositivos de proteção pode garantir a segurança dos trabalhadores.

É claro que existe todo um processo de mapeamento e análise de riscos no ambiente de trabalho. Essas informações são essenciais para a prevenção de acidentes e situações perigosas. Mas, muitas das vezes, esse plano de ação envolve o uso dos EPIs.

Os equipamentos de proteção individual são peças importantes nesse processo justamente por protegerem cada trabalhador. Sendo assim, o EPI auxilia na redução de riscos e potenciais ameaças no local de trabalho.

Como você deve saber, a NR-6 indica que é obrigação da empresa fornecer os EPIs necessários para cada trabalhador. Além disso, a norma também aponta a importância de se realizar treinamentos voltados para o uso correto e seguro desses itens.

Como fazer uma boa gestão de documentos? A DuaPi Sistemas vai te ajudar!

Assim, é possível evitar acidentes, principalmente os casos onde ocorre o óbito do colaborador. Mas é claro que esse assunto vai mais além. Acompanhe o blog dessa semana e entenda mais sobre o uso de EPI, além de conferir 5 dicas pra facilitar a conscientização na empresa.

Qual a importância do uso correto do EPI?

É comum se perguntar: “será que realmente preciso incentivar o uso de EPI?”. A resposta mais simples para esse questionamento é “sim, você precisa!”. Isso porque, ao contrário do que pode parecer, diversos trabalhadores acabam não utilizando esses itens de segurança.

E o motivo pode variar. O mais comum é que um trabalhador não utilize EPI simplesmente por se sentir desconfortável com o item. Em geral, isso ocorre por EPIs com tamanho errado, de baixa qualidade ou até danificados.

Outro motivo para esse comportamento perigoso é justamente a falta de conhecimento. É isso mesmo! Muitos trabalhadores não sabem que estão expostos à riscos e perigos altíssimos caso não utilizem EPI. É por isso que os treinamentos são tão importantes.

acidente de trabalho

E mesmo que os seus colaboradores saibam a importância de usar o EPI, talvez eles não saibam como fazer isso. O resultado? O Brasil possui um número muito alto de acidentes de trabalho. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, em 2020, o país registrou quase 450 mil casos.

Alguns anos atrás, o número era ainda mais alto. Em 2014, por exemplo, o país registrou mais de 710 mil casos de acidentes. O que assusta é que mais da metade desses acidentes – 400 mil em 2014, por exemplo – ocorrem por motivos de fácil resolução.

Em geral, a maioria acontece pelo uso inapropriado, ou ainda pela falta do uso, dos EPIs. Ou seja: um grande problema criado por situações simples. Também existem os EPIs com CA vencido. O documento garante a usabilidade do EPI. O equipamento também possui prazo de validade.

Portanto, o uso incorreto dos EPIs é um grande problema pra as empresas e para os trabalhadores. Acidentes, lesões, doenças e até o óbito podem ser prevenidos com a ajuda desses equipamentos, e é preciso ter responsabilidade.

Benefícios do uso de EPI

O uso correto dos EPIs traz alguns benefícios para a empresa. Sendo assim, o ideal é que seus colaboradores utilizem os equipamentos de forma correta. Temos algumas dicas para te ajudar nessa tarefa. Mas antes, vamos falar dos benefícios.

O primeiro e mais importante, é claro, tem relação com a segurança dos trabalhadores. Isso porque, se o EPI é utilizado corretamente, ele fortalece a proteção no ambiente de trabalho. Além disso, em casos de acidentes, esses dispositivos oferecem grande segurança aos usuários.

Então, a empresa poderá notar uma redução no número de acidentes, além de situações perigosas resultando em menos doenças, lesões ou óbitos. Um ponto importante a ser citado, é que a empresa vai poder economizar com eventuais indenizações por acidentes trabalhistas.

mais segurança no trabalho

O uso dos EPIs adequados proporciona maior conforto e bem-estar para os trabalhadores. É claro que isso inclui compras mais assertivas, mas também é preciso que todos saibam utilizar os equipamentos de proteção de forma correta.

Por fim, ao garantir com que os colaboradores utilizem os EPIs de forma correta, a empresa poderá ficar em dia com a lei. Isso porque, como você deve saber, a NR-6 aponta responsabilidades quanto aos EPIs.

Segundo a norma, os trabalhadores devem utilizá-los no ambiente de trabalho, enquanto a empresa fica responsável pela compra e distribuição dos itens corretos. Uma boa dica para realizar essa entrega de forma eficiente é utilizar um software de controle de EPI.

O DuaPi EPI, por exemplo, facilita todo o processo de gestão e controle de EPIs da sua empresa. Dessa forma, é possível ter maior controle sobre compras, estoque, entrega de EPI por biometria, gestão de documentos, treinamentos e muito mais.

5 dicas para fortalecer o uso de EPI na empresa

Agora que você entende a importância do uso de EPI de qualidade e de forma correta, é hora de conhecer as 5 dicas. Elas vão te ajudar a fortalecer o uso adequado desses equipamentos na sua empresa. Com isso, garante-se a segurança de todos. Confira:

SIPAT, palestras e seminários

A primeira e melhor dica para fortalecer o uso de EPI na empresa é a Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT). Esse é um dos principais eventos relacionados à SST, e costuma auxiliar no compartilhamento de informações e conhecimento com os trabalhadores.

Em geral, a SIPAT ocorre de forma anual, normalmente perto do mês de setembro. Ela traz palestras, seminários e outras formas de educar os trabalhadores sobre práticas de saúde e segurança no trabalho. Em resumo, a semana deve ser um período de conscientização dentro das empresas.

Quem fica responsável por organizar a SIPAT é a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). A ideia principal é que os colaboradores voltem a prestar atenção em pequenos detalhes que auxiliam na prevenção de acidentes durante o expediente.

Mas é claro que as situações de perigo são mais complexas do que apenas detalhes. É aí que se encontra a importância da SIPAT. Ela ajuda a fortalecer conhecimento sobre as mais variadas situações. Entre elas, a correção de práticas perigosas e até o uso de EPI de forma correta.

Treinamentos e capacitações em dia

Uma das melhores formas de garantir o melhor uso de EPI é através de treinamentos especializados. Então, é uma boa ideia criar um fluxo de capacitações para os colaboradores. Elas podem ter temas variados, como “Evitando situações de risco” ou “Como usar o seu EPI”.

É importante que a empresa entenda que esse tipo de curso deve ser aplicado com certa frequência, justamente para manter todos seguros. Além disso, os treinamentos deixam a empresa em dia com a NR-1, pois essa norma implica na obrigatoriedade das capacitações por parte da empresa.

temas para treinamentos epi

O ideal é não pensar nos treinamentos apenas como um gasto evitável e desnecessário, mas sim como algo útil e importante. Atualmente, existem ferramentas que podem auxiliar na gestão de treinamentos da sua empresa. Assim fica mais fácil de planejar e organizar os cursos.

Além de trazer informações para os trabalhadores, tente criar um espaço onde todos possuem voz. É essencial escutar e entender o que as pessoas querem falar. Com isso, será possível adaptar ainda mais os treinamentos e palestras para a realidade da empresa.

Outra vantagem de um ambiente onde todos são ouvidos é que os colaboradores também poderão atuar na prevenção e solução de riscos. Isso porque, ao terem suas preocupações, sugestões e dicas validados, eles participam mais do processo. Assim eles são mais efetivos na hora de praticar o que foi visto.

Conheça as mudanças da nova NR-1

Em um ambiente de trabalho onde todos podem opinar e serem respeitados, é possível que os trabalhadores aprendam com seus colegas. Assim, a equipe tem mais clareza na hora de ensinar os processos seguros para um novo colaborador, por exemplo.

Dessa forma, a cultura de segurança da empresa começa a ser moldada. Então, incentive a união e parceria entre os trabalhadores e equipes. Se precisar, aproveite a SIPAT e treinamentos em geral para realizar esse estimulo.

Comprar EPIs apropriados e de qualidade

De nada adianta realizar palestras, espalhar informativos sobre boas práticas com EPIs e abrir espaço para conversa se os EPIs não são de qualidade. Além disso, você sabe que não é legal brincar com a segurança, e até a vida, dos trabalhadores.

Portanto, é necessário fornecer equipamentos apropriados para todos. Afinal, a empresa não pode funcionar sem seus colaboradores, e é por isso que é preciso protegê-los. Quem trabalha com EPIs desconfortáveis ou impróprios pode sofrer algum acidente que poderia ser evitado.

Outro ponto a ser considerado é que trabalhadores que atuam com itens inapropriados podem ter a produtividade reduzida. Isso ocorre justamente pela falta de conforto na hora de realizar as atividades de trabalho, ou ainda proteção inadequada.

Isso pode resultar em problemas de saúde para o trabalhador, como as doenças ocupacionais, além de complicações legais para a empresa. Existem, ainda, os casos mais graves, que acabam na morte do colaborador. Seja como for, todo mundo sai perdendo.

Sendo assim, procure equilibrar economia com qualidade na hora de comprar EPI. É possível encontrar bons produtos e que ajudem a manter as contas da empresa longe do vermelho. Se precisar de ajuda, o módulo de Gestão de Compras do DuaPi EPI pode ser a ferramenta que falta na sua gestão.

Premiação de incentivo ao uso correto

A última dica para conscientizar os trabalhadores sobre o uso de EPI é criar um sistema de recompensas. Mas como isso poderia funcionar? Em resumo, a ideia é fortalecer o uso através de incentivos, como brindes ou premiações.

Por exemplo, a empresa pode realizar um dia de confraternização para cada mês sem acidentes por falta de uso de EPIs. É claro que essa é apenas uma ideia, mas é possível adaptá-la para a realidade do ambiente de trabalho.

Outra sugestão é oferecer algum bônus financeiro, mesmo que pequeno, para cada equipe, caso alcancem um prazo de tempo sem esses acidentes. Pode parecer estranho, mas é essencial que os EPIs sejam usados corretamente. A compensação financeira pode ser uma boa solução para o problema.

Compartilhe este post:
Deixe seu comentário:Deixe seu comentário: