Gerenciamento de treinamento de SST: como melhorar? - DuaPi Epi

Blog Conteúdos sobre gestão de EPIs,
segurança do trabalho e novidades do segmento.

Publicado em 7 de julho de 2022 na categoria #Artigos

Gerenciamento de treinamento de SST: como melhorar?

gerenciamento de treinamento

Qualquer empresa no Brasil, independente do porte ou segmento, precisa se enquadrar dentro das normas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST). Entretanto, fazer um bom gerenciamento de treinamento pode ser um grande desafio para a maioria dos negócios. 

As normas de SST visam preservar a saúde do trabalhador, reduzindo os números de acidentes e doenças ocupacionais. Dessa forma, a empresa precisa dispor tempo e recursos financeiros para a implementação desse tipo de procedimento.  

Vale a pena investir no Treinamento no setor de SST?    

Investir no gerenciamento de treinamento traz diversos benefícios para a organização, possibilitando o crescimento da empresa. Dessa forma, essa gestão vale a pena, já que funcionários que trabalham em ambientes saudáveis e seguros, entregam mais de si para a organização.

Mas, apesar de cada empresa possuir suas particularidades para aplicar as normas de SST, existem dificuldades que podem ser recorrentes em todas organizações. Vamos falar mais sobre elas abaixo. Acompanhe. 

O que diz a lei sobre os treinamentos de SST?

É importante entender as obrigações legais da empresa e fazer as adaptações necessárias em relação às normas que falam sobre treinamentos de segurança. Qualquer empresa, independente do porte, é submetida às mesmas leis.

Isso pode ser uma dificuldade para as médias, pequenas e micro empresas, principalmente se falamos sobre verbas. Além disso, a interpretação de documentos costuma ser muito complexa. 

Dessa forma, algumas empresas acabam ignorando as regras, ficando expostas aos riscos operacionais. Eles são perigosos para o colaborador e para a viabilidade do negócio. Além disso, é necessário saber diferenciar as obrigações trabalhistas e previdenciárias em relação à segurança do trabalhador. 

O conhecimento precisa ser técnico

Os profissionais de SST são muito importantes para todas as empresas. É  com a ajuda deles que é possível fortalecer a segurança dos colaboradores e construir um ambiente seguro de trabalho.

Logo, os gestores devem considerar a contratação de pessoas especializadas como um investimento que vai beneficiar a todos. Muita gente ainda enxerga as despesas com SST apenas como gasto de dinheiro, e isso precisa mudar.

Eles são necessários para o gerenciamento de treinamento, pois as tarefas que o Técnico de Segurança do Trabalho realiza são complexas e específicas. Assim, organizar os treinamentos exige familiaridade com a SST. Então, é importante que a empresa valorize a experiência e conhecimento desses profissionais.

O processo exige tempo e dinheiro

Aplicar as normas se trata de um processo personalizado e deve-se levar em conta as particularidades de cada organização no momento do gerenciamento de treinamento. É necessário reunir os documentos, entender as normas que cada processo se enquadra e estudar a operação da empresa.

Cada uma dessas fases leva tempo, mas o não cumprimento não deve impedir a empresa de continuar funcionando. Se isso acontecer, a produtividade da organização será muito afetada. Mas, se a empresa investir esse tempo de forma correta, o retorno trará uma melhoria na organização e na produtividade.

A gestão financeira pode ser crucial

Um dos principais problemas para o gerenciamento de treinamento da empresa é o orçamento. Entretanto é perigoso cortar as verbas da área de SST. Isso porque um acidente pode causar danos graves à vida do trabalhador, além de até a falência da empresa. E isso costuma piorar em casos onde a empresa é pequena ou micro.

Os funcionários precisam de treinamento adequado

A maior dificuldade encontrada pelas empresas é o treinamento da mão de obra para os processos de segurança. Afinal, todo trabalho que envolva riscos de acidentes precisa ser executado por um profissional qualificado.

Esse profissional deve conhecer os procedimentos de segurança e respeitá-los, como o uso de EPIs. Também é preciso treinar todos os funcionários e explicar os riscos sobre cada função, como exige a NR-6. Esses treinamentos garantem a segurança e controlam os riscos eminentes.

Alguns bons exemplos desses treinamentos necessários são o treinamento para permissão de trabalho em altura da NR-35 e treinamento para empilhadeiras. Se a empresa não cumprir esses e outros treinamentos, acidentes podem ocorrer e a organização terá problemas legais. 

Como melhorar a gestão de SST? 

Anualmente, no mundo, cerca de 2,3 milhões de pessoas morrem e outras 300 milhões ficam feridas por conta dos acidentes de trabalho. Esses dados são da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e servem para alertar a importância da gestão de SST dentro das empresas.

Sendo assim, é justo afirmar que a gestão de treinamentos de segurança no trabalho é crucial. Por esse motivo, separamos dicas que podem ser aplicadas para facilitar o processo, independente do porte da empresa. 

Tenha profissionais qualificados

A garantia de saúde para a empresa começa com profissionais qualificados para realizar os serviços. Assim, médicos, enfermeiros, engenheiros ou técnicos de segurança do trabalho, todos são importantes para melhorar as estratégias e diminuir os riscos existentes. 

Faça uma integração dos dados 

Para o gerenciamento de treinamento ser efetivo, é preciso reunir todas as informações necessárias. Isso é possível fazendo a integração de dados das áreas de Recursos Humanos, Comunicação, Produção e Compras. Todas são importantes para administrar os documentos e entender quais são os principais riscos que a organização enfrenta. 

Tenha o controle de riscos 

O ponto mais importante dentro das estratégias de Saúde e Segurança é o controle de riscos. Para isso é preciso fazer uma análise detalhada no ambiente de trabalho e descobrir quais são os perigos presentes. Além disso, essa análise também indica o que é possível fazer para minimizá-los.

Os programas como o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) e o Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho (PCMAT) ajudam no controle de riscos. Logo, são importantes para que esse controle de riscos seja possível. 

Realização de exames periódicos 

Os médicos do trabalho são especialistas em notar pequenos sinais que podem se tornar graves doenças ocupacionais. Entre eles, dores na coluna ou no pulso, ocasionadas por esforço repetitivo e outros fatores.

Por esse motivo é importante que todos os colaboradores façam exames periódicos obrigatórios. Mas, se esses sintomas forem identificados no primeiro momento, o problema tem mais chances de ser solucionado.

Como a DuaPi pode te ajudar no gerenciamento de treinamento de SST

Todo esse processo pode ser muito complexo, correto? É por isso que o DuaPi EPI é ferramenta ideal para te ajudar no gerenciamento de treinamento de SST da sua empresa. O nosso módulo de Gestão de Treinamento, veio para facilitar o seu trabalho.

Com o DuaPi EPI, você pode controlar cada capacitação, através da gestão de datas e avisos que o sistema oferece. Assim fica mais fácil de organizar todo esse processo, agilizando o treinamento dos colaboradores.

benefícios duapi epi

Gostou? Então entre em contato com nosso time de especialistas e saiba mais sobre o DuaPi EPI e a gestão de treinamentos. Se preferir, cadastre-se para um teste grátis de 14 dias e conheça o plano base da ferramenta.

Compartilhe este post:
Deixe seu comentário:Deixe seu comentário:

  1. Lynn disse:

    I couldn’t refrain from commenting. Well written!